assassins creed brotherhood - jogo playstation 3 - Retro Games

PlayStation 3  >>  Jogos  
#6474 - assassins creed brotherhood - jogo playstation 3













Valor: 39,89
Contato: Ver Telefone

Visitas:673
Estado: Não Informado
Localidade: Brasil - SP - Jau
Aceita Troca: Não
Original: Sim
Possui Caixa: Sim
Possui Manual: Sim

Fazer uma pergunta ao vendedor  
Nome: *

E-mail: *

Telefone:

Pergunta: *


    



Detalhe do anúncio
descrição do anúnciogame ps3 + pronta entrega + aceitamos mercado pago assassin's creed brotherhoodjogo playstation 3semi-novo a ubisoft surpreendeu a todos quando anunciou um novo assassins creed apenas poucos meses após o ótimo segundo jogo da série. e mais, ele teria um modo multiplayer, algo que não é tão simples de conceber na franquia. muita gente torceu o nariz, afirmando que a história de ezio tinha terminado e que brotherhood seria apenas uma expansão vendida como algo separado. só que o jogo veio para xbox 360 e ps3, agradou e agora finalmente chega ao pc, onde atinge seu ápice. continuamos acompanhando a história de desmond miles, o garçom dos tempos atuais que no primeiro jogo foi preso por uma megacorporação e usado para reviver os passos de seus antepassados por meio do aparelho chamado animus. ainda em fuga ao lado dos, agora companheiros, assassinos, precisa voltar à mesma itália (mais especificamente roma) do século xvi, na pele de ezio. o objetivo é encontrar mais uma peça de um quebra-cabeça que pode definir o destino da humanidade. responsabilidade é pouco. esse retorno acontece logo depois do confronto entre ezio e rodrigo borgia no vaticano, quando o primeiro pensa que venceu e pode relaxar, mas a coisa não é bem assim e um ataque contra a sua vila de monteriggioni o obriga a voltar a ativa. novamente da estaca zero. é a vida. vale destacar o papel que as mulheres assumiram na trama. a obediente irmã cláudia se torna uma apta líder e catharina de sforza volta a mexer seus pauzinhos para ajudar o carismático protagonista. na verdade todos os personagens evoluíram e dão uma sensação de que o tempo faz muita coisa mudar. volpe e machiavel, alterados pelos anos que se passaram, reaparecem, e a desconfiança cresce no seio da guilda tornando as relações ainda mais picantes. apenas leonardo da vince some um pouco, mas ainda marca presença oferecendo missões especiais e upgrades de armas. só que o aprofundamento não fica apenas dentro do animus não. conhecemos um pouco mais da equipe de apoio do mundo real que ajuda desmond milles e lucy stillman, interpretada pela atriz kristen bell. shaun hastings continua pentelho e rebecca crane ainda tenta apaziguar as coisas, mas eles se parecem mais com pessoas reais do que no game anterior. até o subject 16 retorna, se é que podemos colocar desta maneira. roma é dinmica e magnífica, mesmo sendo o único local para explorar, está cheia de coisas para ver e fazer, como era de se esperar. possui todos os elementos que estamos acostumados a ver na franquia, áreas densamente povoadas, descampados, ruínas, vilas, muralhas. os monumentos também estão lá, como o coliseu e o panteão que garantem a alegria dos mais ligados em história. mas o melhor de tudo é fato de agora você poder levar seu cavalo a toda parte. sim, os preguiçosos de plantão podem comemorar. mesmo que ainda imersivo, a trama de brotherhood não chega a ser tão envolvente e profunda como assassins creed 2. nada que faça você perder a motivação de ver o final da nova aventura, mas fica uma sensação de que faltou algo. para piorar o jogo volta a cair em um grande problema do primeiro ac: a repetição. as missões que devem ser feitas dezenas de vezes voltaram e são extremamente cansativas. mesmo que elas adicionem novidades interessantes ao gameplay. sim, estou falando principalmente das torres de vigia que protegem os 12 distritos da cidade. é preciso destruí-las para liberar a área da opressão dos borgia e permitir acesso a novas construções como banco ou ferreiro. quanto mais lojas abertas, mais dinheiro e ajuda ezio recebe. além disso, é aberto um slot para treinar um novo aprendiz de assassino, que pode ser conquistado ao resgatar um cidadão em perigo. além disso, permite que novas missões sejam adquiridas no local e diminui a quantidade de guardas que atrapalham sua movimentação. em geral a inclusão é algo positivo que proporciona boas novidades para a série. foi concebida como uma das partes centrais do enredo e faz sentido, todavia repetir a destruição de torre após torre acaba por se tornar chato demais. gostaria de ver isso reformulado em assassins creed 3, pois a sensação que fica é que bateu na trave. o game tem quatro cartas na manga, e devo acrescentar que são inovações que vieram para ficar: o engenhoso modo multiplayer, que adiciona um grande fator competitivo e divertido. a possibilidade de usar aprendizes de assassino em seus combates (o uso contínuo pode tirar a graça das lutas, mas aí depende de cada um) ou em missões por toda a europa. a adição de um objetivo adicional para atingir 100% de sincronização, que adiciona um desafio extra a qualquer missão. e por último o fato de levar desmond para aventuras mais desafiadoras no mundo real junto com a bela lucy. esse último é algo muito esperado por todos os fãs da franquia. é sensacional ver como eles se movem com a agilidade de seus antepassados em busca de segredos perdidos em locais realmente perigosos. afinal, ficar só treinando, como no ac2, é para os fracos. o modo online merece ser detalhado, pois é criativo. o curioso é que você está jogando como os vilões da história em um programa de treinamento dos templários (a atual abstergo) para caçar os assassinos. o objetivo basicamente é encontrar seu alvo e matá-lo, enquanto você é caçado por outro jogador. um radar ajuda a encontrar seu objetivo, mas a multidão deixa as coisas mais complicadas. uma vez com seu alvo em vista, o desafio é matá-lo sem ser detectado. caso seja descoberto, o jogo entra num modo de perseguição no qual o inimigo precisa fugir e se esconder por um determinado tempo. tanto o assassinato quanto a fuga valem pontos. são quatro modos multiplayer: alliance, com jogadores caçando em pares, wanted e advance wanted, que são free for all com regras diferentes entre eles, e manhunt no qual os jogadores são divididos em times e um caça enquanto o outro se esconde. o combate também melhorou, apesar de ainda ter pequenas falhas, como o sistema de lock on. agora ezio pode chutar para abrir a defesa dos inimigos com armaduras pesadas. bater forte se tornou algo mais funcional e a possibilidade de atacar outro alvo imediatamente após eliminar o primeiro deixa tudo mais eficiente e divertido. um aspecto que é legal até certo ponto é a adição da arma crossbow. ela facilita a vida, o problema é que ajuda tanto que quase faz a coisa perder a graça. situações complicadas que antes exigiam furtividade e precisão agora são resolvidas com um tiro à distncia. sem dúvida a versão de pc se destaca das demais. tudo fica mais interessante ao oferecer suporte a imagens em 3d, para quem consegue rodá-las em seu pc, e ao trazer todos os extras lançados pela ubisoft para as versões de console até o momento. essas adições fazem esta edição ser a mais bacana das três e as missões adicionais fazem a história ganhar alguns pontos interessantes e complexos. como todo jogo de mundo aberto, já não faltavam coisas para fazer, como missões diversas, colecionar itens, encontrar tesouros, comprar monumentos, reconstruir a cidade. só que esses extras garantem ainda mais horas de exploração. quem esperou não se arrependeu com certeza. os aspectos visual e sonoro garantem a tão desejada imersão. não evoluíram em relação ao anterior, o que é um ponto negativo, mesmo com o tempo curto entre os lançamentos, mas ainda valem a pena. a animação continua ótima e a cidade parece viva. só deixa a desejar um pouco quando a cmera se aproxima muito de objetos ou personagens. os sons em geral são um primor. a dublagem é excepcional, a música é empolgante e os barulhos de roma do século xvi são impressionantes e realistas. tudo garante uma verdadeira viagem à cidade europeia de cinco séculos atrás. feito para os fãs da série, assassins creed: brotherhood expande o espetacular universo apresentado no segundo jogo e garante uma experiência empolgante. não consegue ser algo realmente novo, mas tenta inovar à sua maneira. no final das contas mostra que a ubisoft ainda quer ampliar a experiência proporcionada pela franquia e está procurando maneiras diferentes de fazê-lo. o modo multiplayer é fantástico, as interessantes novidades nem sempre são tão bem executadas quanto poderiam, mas certamente veremos algumas delas em títulos futuros. em suma é um grande jogo, com algumas falhas, mas que podem ser perdoadas pela maravilhosa imersão e diversão proporcionada. se você gostou de acii, vale voltar para acompanhar ezio em sua luta contra os bórgia. se for novato na série, é melhor experimentar o antecessor primeiro, mas se você for cabeça dura e quiser começar por este, ainda é uma boa chance de conhecer um dos games mais criativos da atualidade, seja no pc, no ps3 ou no xbox 360. garantia: produto 100% original.


Perguntas
Nenhuma pergunta feita, voce pode ser o primeiro!

Telefone
Falar com:
ALAN DIEGO POLINI - ME
Telefone 1:
14-34161139
Telefone 2:
14-34161139